quarta-feira, 30 de outubro de 2013

'O Halloween'

O Halloween e sua origem

Galerinha como todos sabem dia 31 de Outubro é comemorado o Dia do Halloween
e como educadora deixo aqui pra vcs uma matéria sobre o real sentido desse ritual
espero que curtam e aprendam e tenham um pouco mais de conhecimento sobre o assunto.
 
 
Nos Estados Unidos e Canadá, o Halloween (Dia das Bruxas) é bem conhecido e é celebrado no dia 31 de outubro. Mas os costumes do Halloween podem ser encontrados em muitos países. Em alguns lugares existem festas com nomes diferentes, mas com aspectos semelhantes: contato com espíritos dos mortos, fadas, bruxas e até mesmo o Diabo e anjos demoníacos.
Você talvez não acredite em espíritos sobrenaturais. Pode ser que ache o Halloween e festividades parecidas uma forma de se divertir e estimular a imaginação de seus filhos. Mas muitas pessoas consideram essas celebrações perigosas pelos seguintes motivos:
1- A Encyclopedia of American Folklore (Enciclopédia do Folclore Americano) explica: “O Halloween está basicamente relacionado ao contato com forças espirituais que na sua maioria ameaçam e aterrorizam.” O mesmo acontece com outras  festividades parecidas. Elas têm origem pagã e estão fortemente relacionadas à adoração de ancestrais. Mesmo hoje, pessoas em todo o mundo fazem contato com supostos espíritos dos mortos nesses dias.

2- Apesar de o Halloween ser considerado uma festa principalmente americana, a cada ano aumenta o número de pessoas e países que passam a comemorá-lo. Mas a maioria das pessoas desconhece a origem pagã dos símbolos, costumes e decorações do Halloween, que muitas vezes estão relacionados a seres sobrenaturais e forças ocultas.

3- Milhares de seguidores da religião wicca, que praticam antigos rituais celtas, ainda chamam o Halloween por seu antigo nome Samhain e o consideram a noite mais sagrada do ano. Ao citar um bruxo, o jornal USA Today escreveu: “Os cristãos ‘não se dão conta disso, mas estão celebrando o nosso feriado junto conosco. . . . Achamos isso muito bom.’” 

4- Celebrações como o Halloween estão em conflito com os ensinamentos da Bíblia. Ela alerta: “Não permitam que se ache alguém entre vocês que . . . pratique adivinhação, ou se dedique à magia, ou faça presságios, ou pratique feitiçaria ou faça encantamentos; que seja médium, consulte os espíritos ou consulte os mortos.” — Deuteronômio 18:10, 11, Nova Versão Internacional; veja também Levítico 19:31; Gálatas 5:19-21.
    Em vista disso, é bom saber mais sobre a origem sinistra do Halloween e de celebrações parecidas. Assim como outras pessoas, você talvez também decida não participar dessas festas.
 
ONDE TUDO COMEÇOU?

A origem dos costumes e símbolos do Halloween

VAMPIROS, LOBISOMENS, BRUXAS, ZUMBIS: Já por muito tempo, essas criaturas têm sido relacionadas ao mundo espiritual maligno.
DOCES: Os antigos celtas tentavam apaziguar os espíritos maus com doces. A Igreja mais tarde incentivou seus membros a irem de casa em casa na véspera do Dia de Todos os Santos pedindo alimentos em troca de uma oração pelos mortos. Esse costume passou a ser conhecido como “doces ou travessuras” do dia de Halloween.
FANTASIAS: Os celtas usavam máscaras assustadoras para que os espíritos maus os confundissem com outros espíritos e não os incomodassem. A Igreja aos poucos misturou costumes pagãos com as comemorações do Dia de Finados e do Dia de Todos os Santos. Mais tarde, as pessoas passaram a ir de casa em casa fantasiadas de santos, anjos e demônios.
ABÓBORAS: Velas eram acesas dentro de nabos esculpidos para afastar os espíritos maus. Algumas pessoas achavam que a vela dentro de um nabo representava uma alma presa no purgatório. Mais tarde, os nabos foram substituídos por abóboras.

Postar um comentário